Anos 90, uma geração negligenciada pela literatura?

Romance histórico ou thrilher psicológico. Poesia ou teatro. Fernando Pessoa ou Sophia de Mello Breyner.  São inúmeras as opções literárias que este país à beira mar plantado oferece. Mas e os jovens, onde se encontram no meio dessa vasta oferta?

29 de maio de 2016, o site da Bertrand está aberto no seu top 10 de ficção. Apenas dois livros pertencem a autores portugueses. Algo se passa, será falta de interesse do público? A leitura deixou de ser algo comum para os portugueses, preferem os gadgets. Mas para quem ainda lê, o que se passou para deixarem de ler autores portugueses? Para Joana Xisto, youtuber do canal literário Little House of Books –que já conta com quatro mil seguidores-, ler livros de autores portugueses não é um hábito tão comum quanto gostaria. Afirma ainda que procura jovens escritores para ler, sendo uma preocupação divulgar a sua opinião quanto aos livros.

Os jovens, por uns são adorados, por outros representam imaturidade e falta de conhecimento. Eles existem e muitos são os que querem ver as suas palavras publicadas. Na Chiado Editora –editora que lança mais jovens para o mercado– os critérios para lançar livros passam, essencialmente pela qualidade. A editora garante ainda que os jovens são “uma preocupação da Chiado desde o momento em que foi criada e um princípio do qual não abdicamos.”.

André Fernandes (25anos), Maria Francisca (18anos) e João Gabriel Batista (20anos). Para além de pertencerem todos à última década do século XX, também já lançaram, pelo menos, um livro. Na opinião do trio, em Portugal há poucos leitores, mas muitos escritores. é complicado chegar até às editoras e garantir que elas leem a sua obra. João Gabriel realça a falta de apoio das editoras no momento de divulgar as obras, “Não tens o apoio de divulgação que era preciso, alguém que começa a escrever um livro agora, tenha 8 anos ou 80, muitas vezes não tem o apoio que é necessário para dar o salto para o mercado e ser lido.”.

De rabiscos para as livrarias

Se para João Gabriel escrever um livro começou com uma brincadeira de amigos, para Maria Francisca é uma ambição desde pequena. Começou por lançar um blog – Coisas do Coração – e a reação do público foi muito positiva. “Fui percebendo que uma coisa que é boa para mim, também era boa para eles e era isso que eu queria fazer na minha vida.”, confessa a jovem. O trio concorda que a maior inspiração são as pessoas que os rodeiam. João Gabriel admite que o pico da sua imaginação é alcançado quando passa por momentos mais difíceis ou de alguma tristeza. André Fernandes tem outra motivação: “desbloquear temas que as pessoas têm como tabu.”.

Em 2015 a Chiado Editora lançou mais 347 autores com menos de 26 anos. As vendas foram positivas e a editora assegura que “existe espaço para jovens autores no mercado editorial, apesar das portas estarem praticamente todas fechadas.”

Sem pressões e controlos por parte das editoras, assim vivem os escritores. “Aqueles contratos que aparecem nos filmes, também acontecem em Portugal. Contudo são raros, então para jovens escritores é impossível.” comenta João Gabriel.

Das livrarias para as escolas

Em 2013, quando lançou o Tia Guida, André nunca esperou ser convidado para dar palestras em escolas. Foram os dois mil seguidores no Twitter e, mais tarde, no Facebook que levaram o livro aos locais de ensino.  Quando questionado sobre o reconhecimento do seu trabalho, o escritor confessa que “o reconhecimento é sentir que aquela vida que contactou com a minha e com a partilha que eu fui ali fazer foi tocada por isso.”. Contudo não foi tudo um mar de rosas, para o autor a idade nem sempre foi um fator positivo, por vezes sentiu desconfiança por parte do público mais velho. Outra dificuldade foi encontrar o público a quem se queria dirigir. “Tu disparas em todas as direções, queres dar-te a conhecer como artista de qualquer forma ou focas-te? Eu aprendi que tenho de me focar.”. Atualmente já conhece o seu público e já sabe quem o lê. “Não quer dizer que pontualmente eu não chegue a outros públicos, mas aquele que me realiza é este público que tem contactado comigo desde o Tia Guida.”

Maria Francisca lançou o seu primeiro livro aos 15 anos, Em Troca de Nada, e também dá palestras e participa em conferências. Em Troca de Nada fala de temas como o bullying e problemas de adolescentes, assuntos esses abordados nos seus encontros com o público mais jovem. A autora sente uma maior proximidade com o público devido à idade, mas garante também sentir apoio por parte de pessoas mais velhas. “Olham para o meu trabalho, dizem que sou um exemplo e que o futuro do país passa por mais jovens empreendedores.” Em 2015 lançou o seu mais recente livro – Madalena – e espera continuar a participar em projetos nas escolas. Maria Francisca confessa que tem “bastantes pessoas que me seguem arduamente e que vão ouvir-me onde quer que eu vá. Isso é bastante positivo e motivador.”

Era Digital: uma mais valia?

As editoras promovem os livros, porém apenas promover já não é o suficiente. A vantagem de se crescer numa era digital oferece a esta geração de escritores uma facilidade na autopromoção. “Agora com o Facebook, Instagram e Snapchat, tudo isso me vai lançando.” garante Maria Francisca. André Fernandes também é fã assumido deste tipo de promoção, aliás os seus livros são a prova disso mesmo, “No Tia Guida os capítulos eram hastags, se as pessoas quisessem referir um capítulo podiam fazê-lo.”.

As dificuldades que estes jovens enfrentam são muitas, mas a força de vontade e a paixão pela literatura é maior.  Afirmam querer continuar por Portugal e escrever faz parte dos planos. Mas as utopias literárias destes jovens escritores limitam-se a ficar pelo papel.

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s